Translate

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

...


coragem...

Fico imaginado nossa conversa inteira na cabeça antes de dormir, cada palavra, cada detalhe. Mas quando chego perto de você com aquele sorriso lindo, perco a coragem, as palavras somem e a minha vontade é só de ficar perto de ti.



tempo de mudanças...

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia e se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.
--Fernando Pessoa


quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

...

Não nasci para ser adequada, coerente, adorável. Nasci para ser gente. Para sentir de verdade. Tenho vocação para transparências e não preciso ser interessante o tempo todo. Por isso, não espere que eu supere as suas expectativas, às vezes eu nem supero as minhas.     
 --Marla de Queiroz

...


É preciso...

É preciso se expôr sem medo de dar vexame. É preciso colocar o trabalho na rua. É preciso saber ouvir um não e, depois de secar as lágrimas, seguir batalhando. Arriscar, é o nome do jogo. Muitos perdem, poucos ganham. Mas quem não tenta, não tem ao menos o direito de reclamar.
  --Martha Medeiros


segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

...


Quem sou eu?

Às vezes sou engraçada, outras vezes sou séria. Às vezes sou menina, quase uma criança, e outras vezes sou bem mulher. Às vezes sou complicada e indecisa, outras resolvo tudo sem parar pra pensar; Às vezes gosto demais das pessoas, outras me decepciono exageradamente. As vezes quero chamar atenção, outras tenho vontade de desaparecer. Às vezes quero muita coisa, quero tudo ao mesmo tempo. Outras vezes não quero nada. Às vezes sou impaciente com o mundo, quero que tudo se resolva rápido e do meu jeito, outras sou tranquila, o mundo pode acabar e eu nem percebo. Às vezes eu choro, fico muito triste, outras vejo graça em tudo. Às vezes escuto e falo coisas que não queria, outras tampo os ouvidos e fecho minha boca. Às vezes sinto saudades, outras penso que o que tiver que ser será. Às vezes acredito que coincidências sempre acontecem, outras vezes acredito no destino. Às vezes dou asas à imaginação e sonho mais alto que o normal... 



Há certas horas...

Há certas horas, em que não precisamos de um amor, não precisamos da paixão desmedida, não queremos beijo na boca e nem corpos a se encontrar na maciez de uma cama. Há certas horas, que só queremos a mão no ombro, o abraço apertado ou mesmo o estar ali, quietinho, ao lado, sem nada dizer.
--William Shakespeare
 


 
 
 

...


Somente amor...

Sem pressa. Sem vírgulas. Sem ponto final. Sem mágoa. Sem dor. Somente amor, por favor.